sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Resenha: Diário de um Banana - Rodrick é o cara


Sinopse: Faça o que quiser, só não pergunte a Greg Heffley como foram suas férias de verão, porque ele realmente não quer falar sobre isso. De volta às aulas, Greg está ansioso para enterrar de vez os últimos três meses... e um acontecimento em particular. Mas seu irmão mais velho, Rodrick, não vai deixar que as coisas caiam no esquecimento assim tão fácil. Ele é testemunha de um "pequeno" incidente que Greg quer manter em sigilo. Mas sabe como são os segredos, né? Logo, logo estão na boca do povo, especialmente quando há um diário envolvido na confusão.
Quando peguei o segundo livro da série para ler eu tive a certeza de que gostaria, afinal o nome já nos convida a conhecer um pouco mais de um dos melhores personagens do livro e também meu favorito . Já fiz a resenha do primeiro livro, então se você não leu clique aqui. Agora voltemos para resenha.
O segundo livro já começa com os constrangimentos da vida de Greg, sendo constantemente provocado e maltratado por seu irmão mais velho. O fato do livro já começar mostrando as provocações de Rodrick na PRIMEIRA página nos empolga, afinal o autor não demorou a nos mostrar o comportamento do personagem. Além disso já temos Greg do volta a escola, onde grande parte de suas situações cômicas ocorrem, infelizmente o que ocorre no final do primeiro livro não dura muito tempo nesse segundo e é explicado bem rapidinho.
Os personagens voltaram mais cômicos ainda e os novos personagens são realmente muito divertidos. Posso dar destaque a mãe de Greg (Susan), que nesse livro conseguiu sem envolver em situações engraçadas com o Greg, o que aumentou bastante a participação dela na história. Nesse livro posso dizer que  a personagem está impecável. 
Rodrick também está incrível nesse livro, a personagem que ganhou destaque no primeiro livro precisava dessa história para que ganhasse ainda mais espaço na série. A forma como eu consegui me reconhecer no comportamento dele foi muito bacana. Todas as chantagens negociações que ele faz com Greg, seus planos, trapaças e opiniões fazem dele um irmão mais velho muito bem construído. Além de sua engraçada inaptidão com trabalhos e computadores.
Minha ultima observação em relação as personagens é: Greg não foi o protagonista nessa história e quem faz a graça da história mesmo foi Rodrick. Greg não ficou completamente sem graça, até porque a brincadeira que ele faz com o colega de turma Chirag foi realmente muito engraçado.
Quanto a parte estética do livro, dessa vez tenho uma edição diferente do livro anterior, que é a econômica. Quando o box do livro foi comprado ele era em uma edição econômica que é bem diferente da edição comum em capa dura. É brochura, com folhas brancas e posso dizer que tem uma transparência facilmente perceptível nas folhas. A capa não tem todos aqueles diferenciais do livro comum. Como foi dito é bem econômico, tirando isso é  igual.

O livro possui todas as qualidades do anterior e um pouco mais. Todos os personagens são interessantes e engraçados, a história está impecável, com um final que fecha o livro muito bem. O único ponto ruim é o fato de não ter uma capa dura e etc... porém não é um fator que reduz a nota do livro até porque é uma edição econômica.
Título: Diário de um banana - Rodrick é o cara | Autor: Jeff Kinney | Editora: V&R | Páginas: 224 |
Nota: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário