quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Resenha: Diário de um banana

Sinopse: Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, em que fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em 'Diário de um Banana', Greg nos conta as desventuras de sua vida escolar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de situações que procura resolver de uma maneira muito particular.

O livro é um pouco antigo mas ainda vale a pena ser resenhado. Basicamente, Greg Heffley mora com a mãe, pai e seus 2 irmãos Manny e Rodrick. E sua vida é bem normal tirando alguns acontecimentos que, mesmo que sejam estranhos e um pouco absurdos, não fogem tanto do real.
O primeiro livro faz uma apresentação incrível da vida do Greg. Seus amigos, escola, família, opiniões... E diferente de alguns livros, filmes e afins, Greg não é um garoto super inteligente, legal e simpático injustiçado e mal interpretado por seus colegas, pelo contrário. Greg não é muito inteligente, engraçado e nem mesmo um amigo muito bom. Sua mentalidade é infantil e suas ideias são ruins. Tudo isso oferece um certo realismo ao personagem e torna a história até um pouco mais fácil de se identificar.
Sua família é bem divertida, mas quem chamou minha atenção foi seu irmão mais velho, o Rodrick. Para quem é o irmão mais velho, ele acaba sendo bem mais divertido. É meio estereotipado porém ainda é muito engraçado porque ele faz algumas coisas que bem provavelmente vão fazer você se identificar.
Os outros personagens também são imensamente engraçados, principalmente Fregley, que onde aparece traz momentos cômicos.
Partindo para a diagramação do livro, posso dizer que você vai sentir que está segurando um diário real. A capa é dura, envernizado onde tem os adesivos que parecem segurar a página. Por dentro você vai encontrar bastantes ilustrações, letras grandes, páginas amareladas e um pouco mais grossas. Além de ser pautado para dar aquela simulação de um diário convencional.
Eu e minha mão tremida estragando as fotos

Apesar de uma narrativa infantil (por ser o foco mesmo), o livro possui uma narrativa leve, divertida e rápida. Pode ser lido desdes os mais jovens até os mais adultos.
Título: Diário de um Banana | Autor: Jeff Kinney | Editora: V&R | Páginas: 217
Nota: 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário